Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

City Lights

Aluna da Escola de Magia e Feitiçaria de Hogwarts (e de Medicina, nos tempos livres)

City Lights

Aluna da Escola de Magia e Feitiçaria de Hogwarts (e de Medicina, nos tempos livres)

Esta Coisa do McFit

Não sei bem como introduzir este tema, até porque me caiu assim um bocadinho do céu, por isso vamos directos ao assunto: ao que parece, agora há uma coisa chamada McFit.

a6dWj0A_460s.jpg

 

Assim de repente, a única coisa que me ocorre é que o facto de o McDonald's agora ter uma versão Mac-Ginásio pode dar aso a muita confusão. Ora vejam lá comigo:

 

Mãe: Que foi o jantar hoje?

Eu: Ah, hoje comi só uma sopinha. Fui ao Mac (versão ginásio) depois das aulas e cheguei a casa cansada...

Mãe: Maria Inês, vê se páras de te encher de porcarias e começas a comer como deve ser!

 

Claro que depois de se espalhar a notícia que ''Mac'' agora também significa ''ginásio'', a confusão também pode dar para o outro lado:

 

Amiga 1: Queres ir ao Mac logo à tarde? Não gosto nada de ir sozinha...

Amiga 2: Claro! Olha que por acaso estava-me mesmo a apetecer, ando a precisar de espairecer!

Amiga 2 (chegada ao Mac versão McDonalds): Ai, desculpa! Pensei que ias ao ginásio... Ainda por cima agora não calha nada bem comer um Big Mac, é que estou de dieta. Que chatice!

 

Como vêem, há coisas que não deviam existir, estão proíbidas por uma lei qualquer que diz que uma marca não pode criar dois produtos contraditórios, põe em risco a paz e a ordem do mundo perfeito em que vivemos. Por isso, alguém que encontre a mente brilhante que se lembrou disto, e lhe diga que a ideia não vai resultar, as estrelas não estão alinhadas, as forças do universo estão do contra, o que quiserem... O que importa é que Mac continue a significar unica e exclusivamente um hamburguer gorduroso e uma dose de batatas fritas salgadas, e que ginásio continue a ser pura e simplesmente um ginásio. Sem espaço para confusões. Não há necessidade de complicar ainda mais a vida das pessoas!

 

P.S.: Aproveito para frisar que o meu nome não é Maria Inês, mas acho que é um denominador comum a todas as mães acrescentar Maria ao nome das filhas quando a coisa é séria...

 

Este Boneco É Um Otário

Fiz hoje o meu exame prático ( já só falta um, yeah!!). Como eu costumo dizer, falhou uma coisinha aqui e outra ali mas acho que se fosse uma situação real não mataria ninguém e isso há-de contar para alguma coisa. Estava, então, eu preparada para me pôr a andar dali para fora e ir aproveitar a minha tarde de Sábado antes de voltar a enfiar o nariz nos livros quando ouvi um colega a rogar pragas. Claro que fiquei logo curiosa! Quando me aproximei, apercebi-me que o destinatário de tantos insultos (juro que aprendi algumas novas formas de insultar uma pessoa) era o pobre coitado do boneco-modelo das aulas práticas. E eu que até nutro um carinho especial pelo dito boneco, que tantas vezes me ajudou (e outras tantas me levou ao limite da paciência)! Seja como for, como achei que o moço até tinha alguma razão na sua crítica, resolvi partilhá-la com o mundo, na esperança de alguém se dedique a melhorar a coisa e torne a vida de milhares de estudantes muito mais fácil:

hqdefault.jpg

''Sonda nasogástrica - quer-se pôr no estômago, vai para a traqueia sem problemas.
Intubação orotraqueal - quer-se pôr na traqueia, vai para o estômago.

Este boneco é um otário.''

Uma Pausa Pelo David

Eu sei que disse que ia entrar em modo eremita durante as próximas semanas, mas uma pessoa também tem que fazer umas pausas e ninguém melhor do que eu para reconhecer uma boa oportunidade de pausa. Foi o que aconteceu ontem, mesmo antes do meu exame (tudo uma questão de timing) quando me deparei com esta beleza. Espreitem lá aqui. Não é nada de mais. É a nova campanha do David Beckham para a H&M. Não sei se se lembram da campanha do ano passado, em que puseram o senhor a correr só de cuecas (slow clap para os responsáveis por esse feito)... Oh, que se lixe, se não se lembram vejam lá aqui. Pareceu-me um bom presságio para a campanha deste ano... São coisas que fazem bem à alma, alinham os chakras e isso tudo. Não se arranja melhor material para pausas de estudo do que isto...

David-Beckham-Bodywear-3.jpg

 Para abrir o apetite...

As 10 Verdades Inquestionáveis do Estudante de Medicina

1- Wikipedia? Nah, só estudo pelos livros.

2- É óbvio que conheço essa doença graças às muitas horas de estudo, não por causa daquele episódio de House.

3- Estudar parto e gravidez faz-me querer ter muitos filhos.

4- Nunca divago sobre alternativas de carreira na semana dos exames.

5- A minha relação com a cafeína é totalmente saudável e sob controlo.

6- Nunca faço de conta que sou um feiticeiro a apontar a caneta aos apontamentos e gritar: "ligamentum venosum!" 

7- As ecografias são sempre perfeitamente claras para mim.

8- Claro que ainda me lembro do percurso e ramos de todos os vasos do corpo.

9- Adoro quando os professores dizem "isto não sai em exame" e depois acaba na mesma no exame. Cria aquele factor surpresa, e quem não gosta de surpresas... na faculdade... quando a minha nota depende disto.

10- Durante uma dissecção: "Wow, isto é exactamente como no Gray's!"

 

Chegou a Época Oficial

Podia ser a época oficial de caça à perdiz, ou a época oficial da migração de salmões, ou até a época oficial de observação de baleias assassinas no Ártico. Mas não, é só a época oficial de exames ou, como eu gosto de lhe chamar, a época em que se torna subitamente aceitável não sair de casa durante duas semanas e passar os dias de pijama, alternando entre a cama e a secretária com todas as posições associadas. É a época em que a comida não engorda e ninguém se atreve a comentar o facto de me manter basicamente a chocolate e café. As convenções sociais deixam de existir, com tudo o que isso implica, desde ter uma justificação aceitável para não sair Sábado à noite, não ter que sair do quarto para cumprimentar as visitas, ou safar-me da festa de anos da prima de 12 anos. As vantagens são inúmeras, e esta até podia ser a minha segunda época do ano preferida (a seguir ao Natal, claro), não fosse o meu código genético ter um erro algures que determina que é precisamente nas alturas que tenho mais para fazer que não me apetece fazer absolutamente nada. 

 

Wish me Luck! 1506422_612062525539623_1156485948_n.jpg

O Mistério dos Guarda-Chuva

instalação-guarda-chuvas-2.jpg

Ontem pus-me a reclamar do gelo por isso hoje, assim em jeito de castigo, a Mãe Natureza que anda do contra comigo decidiu-se pela chuva. Em situações normais, tenho que admitir que me dou muito melhor com a chuva, eu sei que molha e tal, mas pelo menos uma pessoa não tem que andar sufocada em vinte camadas de roupa para não entrar em hipotermia. Só tem um senão: é só vir um bocadinho de chuva que os guarda-chuva começam logo a desaparecer por tudo quanto é canto. Sendo eu uma pessoa prevenida (e que não gosta de se molhar nem por nada), ando sempre com vários suplentes: um grande na mão, tipo guarda-sol, um pequenino na mala para a eventualidade quase certa de o grande desaparecer no momento em que o pouso nalgum sítio, e ainda um no carro, para o caso de ser apanhada desprevenida. Como vêem, nunca fui das pessoas mais afectadas por este mistério dos guarda-chuva desaparecidos, até hoje. Estava a chover torrencialmente quando saí de casa, por isso peguei no meu guarda-sol e fui alegremente e nada preocupada com os queixumes da M. até ao carro. Quando lá cheguei, lembrei-me que não tinha o meu suplente na mala, mas não há problema, uso o do carro e depois logo à noite troco. E assim foi. Chegada à faculdade, pousei o meu guarda-chuva grande, pisquei os olhos e ele já tinha desaparecido. Mas estava tranquila e confiante que o meu mini guarda-chuva não me ia deixar ficar mal. Não podia estar mais enganada! É que o pobrezinho já não devia estar habituado a estas andanças e, ao primeiro sinal de vento, morreu. Logo hoje, que tinha o carro tão longe! Moral da história: cheguei a casa completamente molhada e a tremer por todo o lado. Mas não se preocupem, já tenho planos para guardar um outro guarda-chuva no cacifo da faculdade, só para aumentar a probabilidade de isto nunca mais voltar a acontecer!

 

A Special Place in Hell For...

...a próxima pessoa a dizer-me que isto é bonito. 

aW0yKvx_460s.jpg

Não estou minimamente interessada em ouvir quão maravilhosa é a Natureza, que cria tamanhas obras de arte quando nós não estamos a olhar. Não quero saber se é inacreditável, não estou nem aí para a vossa incredulidade. Por isso, da próxima vez que estiverem tentados a fazer um comentário do género sobre os desenhos do gelo no meu carro, contenham-se por favor. Fechem a boca e adoptem uma expressão impenetrável. Eu agradeço muito, é que tenho aulas às oito da manhã e já estou de mau humor por ter de perder meia hora a descongelar o meu pobre Carocha, enquando eu própria congelo com este frio. Nada de pessoal Mãe Natureza, mas vá lá fazer obras de arte para outro canto...

Saliva de Lagarto Versão Dietética

Boas notícias para quem trava um luta diária e completamente infrutífera contra a vontade de comer! Se, como eu, dão por vocês todos os santos dias a controlarem-se para não comer o pacote inteiro das bolachas e deixar algumas para amanhã, ou para não comprar aquela tablet Milka que ainda por cima está em promoção, ou mesmo para não assaltarem o frigorífico de cinco em cinco minutos nos dias antes do exame com a desculpa de que estão a estudar e o cérebro precisa de energia, então esta é a inovação de que estavam à espera! Ao que parece, uns senhores da Universidade de Gotemburgo cansaram-se das velhas investigações sobre o cancro, ou como conseguir a eterna juventude, e dedicaram-se a descobrir uma forma de uma pessoa deixar de pensar em comida a toda a hora. E não é que conseguiram? A resposta é, aparentemente, a milagrosa saliva de lagarto, que reduz o apetite.

Leiam lá a notícia aqui.

E assim vos deixo, com a resposta às nossas preces!

P.S.: quando esta tarde eu, muito entusiasmada, mostrei isto às minhas colegas, elas menesprezaram esta fantástica descoberta dizendo: ''Que grande coisa! A mim, qualquer tipo de cuspo me tira o apetite!'' Mas não se deixem desmotivar por esta gente tão pessimista, é desta que a dieta vai funcionar!

Pelo Formigueiro!

Estou muito longe de querer transformar isto num blog de culinária, mas há coisas que valem mesmo a pena partilhar. E uma delas é o Bolo Formigeiro, uma versão mais fácil e desleixada do Bolo Mármore. Adoro este bolo porque, para além de satisfazer qualquer crise de chocolate sem pesar demasiado na conscicência, também é bom até dizer chega! Mas não comecem a pensar coisas más de mim... só fiz este bolinho porque logo há jantar de família. Como já devem ter reparado, esta semana já foi suficientemente cheia de tentações para mim, com todas aquelas bolachas húngaras, por isso, acho que me vou conter e ficar por uma fatiazinha à sobremesa.

Mas para vocês (e para a minha família), que não são tão gulosos como eu e se devem ter portado bem durante a semana, aqui fica o merecidíssimo mimo de fim-de-semana.

 

Vamos aos ingredientes?

150g de manteiga derretida

200g de pepitas de chocolate

2 chávenas de açúcar

2 chávenas de farinha

1 colher de café de fermento

1 chávena de leite

6 ovos

P.S.: pode levar um bocadinho de coco, mas eu detesto coco, por isso...

 

E agora ao como fazer?

Separar as claras das gemas. Bater as claras em castelo, e as gemas com o açúcar e a manteiga derretida. Juntar às gemas, à manteiga e ao açúcar as pepitas, o leite, a farinha e o fermento. Voltar a bater. Juntar as claras. E bater tudo outra vez. E pronto, agora é só levar ao forno até o palito sair limpinho. 

 

Juro que sai daqui uma maravilha! Lindo, leve, fofo, e bom que até dói!

cvdf.png

 

Work Out Like a Supermodel

Não, não tenho por objectivo tornar-me numa super modelo. Por muito que tenha que admitir que aqueles corpinhos até vinham a calhar (quer dizer, se viessem aqui bater à porta quem é que ia dizer que não?), a minha altura seria uma séria limitação a esta missão de ser top model. Realmente, modelos de 1.50m só mesmo num universo paralelo! Mas devaneios à parte, só falei nisto porque encontrei outra pérola nesta coisa de ir ao ginásio e não me aborrecer com os mesmos exercícios todos os dias. Anadava eu a procrastinar pela Vogue, quando me deparei com rotinas de exercícios a la Karlie Kloss e seu maravilhoso personal trainer. Como sou tão boa pessoa, merecedora de um Prémio Nobel e afins, deixo-vos aqui o meu fabuloso achado:

Aquecimento e Alongamentos

Braços

Pernas

Glúteos

Abdominais

 

Divirtam-se!

karlie-arms-1.jpg

karlie-butt-4.jpg

karlie-core-1.jpg

karlie-stretch-5.jpg

PS: Lembram-se das bolachinhas húngaras de ontem? Hoje houve repetição, daí a minha consciência pesada me obrigar a publicar este post.

 

Pág. 1/2