Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

City Lights

Aluna da Escola de Magia e Feitiçaria de Hogwarts (e de Medicina, nos tempos livres)

City Lights

Aluna da Escola de Magia e Feitiçaria de Hogwarts (e de Medicina, nos tempos livres)

Adivinhação

Tenho tendência a ignorar conversas de grupo no Messenger em vésperas de exame, mas desta vez não consegui evitar esta:

''Meninas, há um pos-it que está se está sempre a descola! Já por duas vezes que o pus no sítio e ele sai sempre! De certeza que isto é um sinal, vai sair no exame! Estudem bem esta parte!''

E a mensagem veio, claro está, acompanha de foto do dito cujo, para nós não perdermos a oportunidade de o estudar como se não houvesse amanhã.

Por favor, alguém lhe diga que isto de adivinhar o futuro não é assim qe funciona... eu já tentei e cai sempre em saco roto.

O meu estetoscópio é mais bonito do que o teu

13181049_1042470829165455_2005482568_n.png

 

Tarde, mas chegou. Aliás, tenho para mim que este estetoscópio foi feito mesmo à medida da minha pessoa, porque começou a trocar-me as voltas ainda antes de chegar. Então vejam lá: recebo um e-mail a dizer que o dito cujo chegaria no dia 27 de Abril (o meu aniversário, imaginem a felicidade!), só para alguns dias mais tarde receber outro a dizer que se calhar chegaria atrasado... Obrigadinha pelas falsas expectativas, sim?

Mas pronto, esta semana o bichinho chegou finalmente às minhas mãos e é só assim a coisa mais fofa que possam imaginar. Andei muito indecisa entre o Caribbean Blue normal e o Gold Edition, e acabei por me decidir por este.

Às meninas que há tantos meses me ajudaram a escolher (Chic'Ana, Ana e Palavra de Bailarina): muito obrigada e ora vejam lá esta beleza!

Cerimónia da Bata Branca

FB_IMG_1461423090591.jpg

Esta passada semana foi a Cerimónia da Bata Branca lá na escolinha. É uma cerimónica que marca a transição para os anos clínicos, a passagem oficial das salas de aula da faculdade para o caos dos hospitais. Confesso que entrei lá a pensar ''Que bela tarde de Sol perdida fechada aqui dentro'' mas logo nos primeiros discursos comecei a ficar com pele de galinha (podia ser do ar condicionado, como de costume, mas desta vez cheira-me que não). A verdade é que toda a cerimónia e o seu conceito pode parecer de pouco significado e talvez até inútil e pretensiosa, mas para quem de repente se apercebe que passaram três anos, sobrevivi a já metade do curso e estou cada vez mais perto de alcançar o sonho, a coisa ganha outro peso. É já em Maio que inicio esta nova etapa, que promete ser tão dura quanto gratificante e que representa, no fundo, tudo aquilo porque sempre lutei. É neste momento, e naqueles que hão-de estar para vir, que todas as noites sem dormir, todas as saídas com amigos a que faltei, todas as respostas tortas que dei por falta de paciência, começam a fazer sentido, começam a valer a pena. É quase como receber os primeiros juros de uma conta poupança. Sabemos que afinal todo o sacrifício até pode dar nalguma coisa. Não sei bem o quê, é um grande salto no escuro, mas quero muito dá-lo.

Metade está feito, falta outra metade. E se os próximos três anos passarem tão depressa como os últimos, daqui a nada estão a ver-me feliz e contente na festa de finalistas. Até lá, continuem desse lado a aturar as minhas parvoíces.

Screenshot_2016-04-23-15-15-24-1.pngreceived_1727723674107229.jpeg

received_1727720367440893.jpeg

13054877_1763208073913037_1158234909_o.jpg